Shakti: o poder, a força divina

yeshetsogyal_small1Shakti é a força divina, manifestando-se para destruir as forças demoníacas e restaurar o equilíbrio. Cada Deus no hinduísmo tem a sua Shakti, e sem que a energia que eles não têm poder. Lakshmi é a energia de Vishnu . Parvati é a energia de Shiva . Shakti é também chamado de Devi ou Mahadevi, assumindo diferentes papéis como Sati, Parvati, Durga e Kali .

Então, Shakti é a deusa mãe, a fonte de tudo, o princípio universal de energia, poder ou criatividade. A adoração de Shakti como essa energia é o principal objetivo do Tantra Yoga . Shakti é inseparável da pessoa que contempla ela, o Shakti-homem, o princípio masculino ou Universal pai. Shakti-homem é chamado Brahman pelos autores dos Upanishads. Na tradição tântrica, ele é chamado de Shiva.

O jogo de energia feminina não tem começo nem fim.Apesar de ser inquieto, a energia se move através de períodos alternados de movimento e repouso, durante os quais a ordem é restabelecida. Tantra acredita que, enquanto o mundo fenomênico existe, ela é a mãe universal que é o criador, preservador e destruidor.Assim Shakti deve ser adorado como um aspecto do divino.

A força motivadora por trás deste jogo eterno que cria o mundo ilusório dos fenômenos é o poder do desejo.Este desejo está presente naquele que é, sem atributos, o aspecto sem nome e sem forma do divino.

Shakti (sânscrito Pronúncia: [ʃʌktɪ] ) ( Devanagari : शक्ति ; do Sânscrito shak, “ser capaz”), que significa “poder” ou “empoderamento”, é aprimordial energia cósmica e representa as forças dinâmicas que são pensados ​​para percorrer o universo inteiro no hinduísmo .  Shakti é o conceito, ou personificação, do divino feminino poder criador, por vezes referido como “A Grande Mãe Divina ‘no hinduísmo . No plano terreno, Shakti manifesta mais ativamente através personificação feminina e criatividade / fertilidade, embora também está presente nos homens em seu potencial de forma, não manifesto. 

Não só é Shakti responsável pela criação, é também o agente de toda a mudança. Shakti é a existência cósmica, bem como a libertação, sua forma mais significativa sendo a Kundalini Shakti,  uma força psicoespiritual misterioso.  Shakti existe em um estado de svātantrya, dependência de ninguém, sendo interdependentes com todo o universo.

Em Shaktism e Shaivismo , Shakti é adorada como o Ser Supremo . Shakti personifica a energia feminina ativa de Shiva e é identificado como Mahadevi ou Parvati .

Evolução

David Kinsley menciona a “Shakti” do Senhor Indra como Sachi (Indrani), ou seja, o poder. [5] Indrani faz parte de um grupo de sete ou oito deusas mãe chamou o Matrikas (Brahmani, Vaishnavi, Maheshvari, Indrani, Kumari, Varahi e Chamunda e / ou Narasimhi), que são considerados shaktis dos principais deuses hindus (Brahma, Vishnu, Shiva, Indra, Skanda, Varaha / Yama e Devi e Narasimha, respectivamente).

Uma estátua de deusa no templo Jain de Sravanbelagola, Índia

A deusa Shakti é também conhecida como Amma (que significa “mãe”) no sul da Índia, especialmente nos estados de Karnataka, Tamil Nadu, Kerala e Andhra Pradesh. Existem muitos templos dedicados a várias encarnações da deusa Shakti, na maioria das aldeias no sul da Índia . As populações rurais acreditam que Shakti é o protetor da vila, o punidor de pessoas más, o curador de doenças, e aquele que dá bem-estar para a aldeia. Eles celebram Shakti Jataras com grande interesse, uma vez por ano. Alguns exemplos de encarnações are Ganga Ma, Aarti , Kamakshi Ma, Kanakadurga Ma, Mahalakshmi Ma, Meenakshi Ma, Manasa Ma, Mariamman , Yellamma , Poleramma .((Gangamma)) e Perantalamma .

Shakti / Parvati / Shakti Peethas

De acordo com algumas escolas, há quatro Adi Shakti Pith e 51 centros importantes de Shakti adoração localizado no sub-continente indiano. Eles podem ser encontrados na Índia , Sri Lanka , Nepal , Bangladesh , Tibete e Paquistão . Estes são chamados de Shakti Peethas . A lista de locais varia. Uma lista comumente aceita de Peethas Shakti e seus complexos de templos famosos inclui: Jwalaji (Himachal ), Tara Tarini ( Berhampur , Orissa ), Katyayani ( Chattarpur , Delhi ), Kamakhya (Assam), Kali em Kalighat ( Kolkata , West Bengal ), Naina Devi ( Himachal ), Guhyeshwari Templo Devi ( Kathmandu, Nepal ), Vishalakshi Temple ( Varanasi ). Outros pithas emMaharashtra são Tuljapur ( Jagdamba ), Kolhapur ( Mahalaxmi ), vani-Niterói ( Saptashrungi ) e Mahurgadh ( Renukamata ).

Adi Parashakti

Adi Parashakti ou Devi Durga é um conceito hindu do Ultimate Shakti ou Mahashakti, o poder supremo inerente a toda a Criação. Isto é especialmente prevalente no Shakta denominação dentro hinduísmo, que venera a deusa Devi em todas as suas manifestações.

Mantras

Há muitas canções devocionais Shakti antigos e cânticos vibracionais nas tradições hindus e sikhs (encontrado em Sarbloh Granth ). A recitação do mantra MA sânscrito bij é comumente usado para invocar a Mãe Divina, a Shakti, assim como a lua.

Kundalini-Shakti-Bhakti Mantra

Adi Shakti, Adi Shakti, Adi Shakti, Namo Namo!
Sarab Shakti, Sarab Shakti, Sarab Shakti, Namo Namo!
Prithum Bhagvati, Prithum Bhagvati, Prithum Bhagvati, Namo Namo!
Kundalini Shakti Mata, Mata Shakti, Namo Namo!

Tradução:

Primal Shakti, eu me curvo a Ti!
All-Encompassing Shakti, eu me curvo a Ti!
Isso através do qual Cria Divina, eu me curvo a Ti!
Poder Criativo da Kundalini, Mãe de toda a Mãe de alimentação, te hei Bow! 

“Mesclar no Maha Shakti. Isso é suficiente para tirar o seu infortúnio. Isso vai esculpir de você uma mulher. Mulher precisa de seu próprio Shakti, nem ninguém mais vai fazer isso … Quando uma mulher canta o mantra Kundalini Bhakti, Deus abre o caminho. Esta não é uma religião, é uma realidade. Mulher não nasceu para sofrer, e mulher precisa de seu próprio poder. “

“Quando a Índia e indianos mulheres sabiam este mantra, ele habitou na terra de leite e mel.”

~ Yogi Bhajan (Harbhajan Singh)

Shaktism

Sri Guru Amritananda Natha Saraswati, realizando a Navavarana Puja, um ritual importante em Srividya tântrico Shaktism , no templo Sahasrakshi Meru em Devipuram, Andhra Pradesh, na Índia.

Shaktism respeita Devi (literalmente, “a Deusa”) como o Supremo Brahman -se com todas as outras formas de divindade considerados meramente Suas diversas manifestações. Nos detalhes da sua filosofia e prática, Shaktism assemelha Saivism. No entanto, Shaktas (sânscrito: Sakta, शक्त), os praticantes de Shaktism, concentrar a maior parte ou toda a adoração em Shakti, como o aspecto dinâmico feminino do Supremo Divino. Shiva , o aspecto masculino da divindade, carece de fontes? ] pesquisa original? ] é considerado apenastranscendente , e adoração de Shiva é geralmente relegado a um papel auxiliar. 

de Devi-Mahatmya –

Por que você deste universo é suportado, por você neste mundo é criado, Oh Devi, por que você está protegido. 

de Shaktisangama Tantra –

A mulher é o criador do universo, o universo é sua forma, a mulher é a fundação do mundo, ela é a verdadeira forma do corpo.

Na mulher é a forma de todas as coisas, de tudo o que vive e se move no mundo. Não há jóia mais rara do que mulher, nenhuma condição superior à de uma mulher. 

Smarta Advaita

No Smarta Advaita seita do hinduísmo, Shakti é considerada uma das cinco formas pessoais genuínos iguais de Deus no panchadeva sistema defendido por Adi Shankara .

Força – Shakti: Devi Prakriti

Devi prakriti (a Shakti), no contexto de shaktis como forças unifica kundalini , kriya , ichha , para, jnana e mantrika shaktis. Cada um é de um chakra .

 

Fonte:wikipedia